Província de Espanha

A Província Agostiniana do “Santíssimo Nome de Jesus de Espanha”, da Ordem de Sto. Agostinho, foi fundada no dia 11 de Setembro de 1926, ao dividir-se em dois a Província Agostiniana do “Santíssimo nome de Jesus de Filipinas”, no Capítulo Provincial Ordinário celebrado em Valladolid. A nova Província religiosa recebeu a aprovação eclesiástica no dia 23 de Novembro de 1926.

                Desde a sua origem está presente em Espanha e América, onde ficou com as obras que tinha a Província de Filipinas em Brasil e Argentina. A nova Província começou com 274 religiosos de votos solenes. Em Espanha ficaram com as seguintes casas: Mosteiro de Santa María de la Vid (Burgos); Residência San Manuel y San Benito de Madrid; Residência de Gijón; Colégio de Llanes (Astúrias); Colégio de Tapia (Astúrias); Residência-enfermaria de Caudete (Albacete): Colégio Calatrava de Salamanca; Colégio de Ceuta; Residência de Cádiz; Residência de Santander; Colégio Cântabro de Santander; Capelania de Talavera (Toledo); Mosteiro de Uclés (Cuenca).

Durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939) a província sofreu graves danos, tanto pessoais como materiais. Morreram 51 religiosos. Terminada a contenda foram fechadas as seguintes casas: Colégio de Llanes, Capelania de Gijón, Colégio Calatrava de Salamanca, Colégio Cântabro e a Residência Católica de Estudantes de Madrid (que havia sido adquirida em 1930).

Desde 1926 até aos nossos dias foram fundadas e fechadas diversas atividades e casas. No momento atual a Província conta com as seguintes casas em Espanha:

  • Residencia Provincial San Manuel y San Benito em Madrid. Também Paróquia de San Manuel y San Benito desde 1965.
  • Monasterio de Santa María de la Vid (Burgos). A comunidade atende três paróquias: La Vid, Guma e Zuzones.
  • Igreja de San Agustín de Cádiz. Paróquia desde 1965.
  • Colégio San Agustín e Igreja de S. Francisco em Ceuta. Também a paróquia dos Remedios desde 1989.
  • Capelania das Irmãs Agostinhas de Talavera (Toledo). Também a Paróquia de S. Alonso de Orozco, desde 1991.
  • Colégio S. Agustín de Santander (transformado como tal depois da Guerra e transladado a sua localização atual em 1975). Atualmente também a Paróquia de S. Agustín 1984).
  • Colégio Ntra. Sra. del Buen Consejo em Madrid (1940).
  • Colégio-Seminário S. Agustín em Palencia (1947).
  • Colégio S. Agustín em Madrid (1961).
  • Paróquia Santa Ana y la Esperanza em Madrid (1965).
  • Seminário Mayor Tagaste em Los Negrales (Madrid) (1970). Estudio Teológico Agustiniano Tagaste e Paróquia Ntra Sra. del Carmen.
  • Paróquia de Ntra. Sra. de la Vid em San Sebastián de los Reyes (Madrid) (1971). Desde 1994 também a Paróquia de Sta. María del Buen Consejo.
  • Colégio S. Agustín (1971) e Paróquia de Sta. Clara em Sevilla (1978).
  • Paróquia de Santa Iria de Azóia (Portugal) (1986).
  • Ntra. Sra. de Nazaret em Montejo de la Sierra (Madrid) (1995). A comunidade atende seis paróquias rurais.
  • Ntra. Sra. de Bellavista em Huelva (1997). A comunidade atende a paróquia e a pastoral prisional.
  • Paróquia de São Domingos de Rana (Portugal) (2004).

Atualmente a Província Agostiniana de Espanha está formada por 282 religiosos que oferecem o seu testemunho de vida e realizam os seus trabalhos pastorais principalmente em Espanha e na América, ao mesmo tempo que colaboram com outras partes da Ordem no mundo.

A prioridade da Província é responder à urgência evangelizadora que pede a Igreja e promover a justiça e a fraternidade evangélica entre os homens oferecendo um testemunho religioso que encarna os valores cristãos próprios da espiritualidade agostiniana, entre os que destacam: a busca de Deus, a interioridade, a comunhão de vida partilhando tanto os bens materiais como espirituais, a dedicação ao estudo, a fraternidade e o serviço às necessidades da igreja.

Como resposta às necessidades eclesiais e sociais surgem as obras que a Província realiza. São muito variadas e entre elas destacam-se as seguintes: educação e apostolado em centros de ensino, atividades pastorais em paróquias, estudos teológicos, atividades missionárias, obras de promoção e solidariedade social, e pastoral prisional. Numericamente a presença da Província está distribuída do seguinte modo: 200 religiosos em Espanha, 70 em América e 12 noutras nações de Europa.

 

Visita o Site da Província de Espanha AQUI