Futuro

Uma das decisões do Capítulo Geral de 1971 foi a restauração da Ordem de Santo Agostinho em Portugal e este é o motor que move as ações e o trabalho realizado pelos Agostinhos neste país. É por isso que o trabalho com as crianças e jovens está muito presente nas nossas vidas, através da catequese e das inúmeras atividades de pastoral juvenil.

Fruto deste esforço têm sido as vocações que têm vindo a surgir, tanto para o ramo feminino como para o masculino da nossa Ordem. Neste momento são três os jovens que estão a no período de formação para um dia serem ordenados sacerdotes: o Fr. Tiago e o Fr. João Miguel, ambos da paróquia de Santa Iria de Azóia e o Fr. Pedro Miguel da paróquia de São Domingos de Rana. Também nas Agostinhas Contemplativas está presente a língua lusa: neste momento são sete as Agostinhas portuguesas, algumas ainda em formação, que estão no Convento de São Ildefonso, em Talavera de la Reina (Toledo), Espanha.

Uma vez que ambas as comunidades presentes em Portugal dependem da Província do Santíssimo Nome de Jesus de Espanha, todas as etapas do processo formativo agostiniano são levadas a cabo no país vizinho, entre o Mosteiro de Santa Maria de la Vid em Burgos e o Real Mosteiro de São Lourenço do Escorial, em Madrid.

As Agostinhas Contemplativas não estão ainda presentes em Portugal. Como resposta ao número de vocações de origem portuguesa pode ser que num futuro tenhamos uma presença feminina Agostiniana também em Portugal.

 

Mosteiro de Santa Maria de la Vid (Burgos): AQUI

Real Mosteiro de São Lourenço do Escorial (Madrid): AQUI

Convento de São Ildefonso (Toledo)