Interioridade

Consciente ou inconscientemente, tendemos de modo contínuo e insaciável a Deus para gozar do bem infinito com que ficará saciado o nosso desejo de felicidade, porque nos fez para Ele e o nosso coração estará inquieto até repousar n´Ele. 

Assim, a nossa principal dedicação comum é procurar Deus sem limites, porque sem limites deve ser amado. Mas não podemos procurar juntos Deus senão em Cristo Jesus, Verbo que se fez carne por nós para ser caminho, verdade e vida, de maneira que, começando pelo que é visível cheguemos ao Deus invisível.

A oração pessoal e comunitária, o estudo e o cultivo da ciência, a investigação sobre a realidade atual e a mesma atividade apostólica são dimensões necessárias nesta busca, que nos aproxima das preocupações da nossa sociedade. 

De fato, nada do que é humano é alheio para nós, senão que nos implica